quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Grupo de Professores foram à Prefeitura de Carangola na tarde dessa quarta feira(02) e nessa quinta feira(03) às 8h terá manifestação em frente ao Lelena de Oliveira. Só acreditam nas propostas depois de concretizadas. Já foram bem enrolados e estão escaldados.

Um Grupo de Professores e representantes da ASPEMC, Dra Nívea e Rafaela, foram à Prefeitura de Carangola na tarde dessa quarta feira(02). Também foram acompanhados pelos vereadores Ana Beatriz e Lemos e se reuniram com o Secretário de Administração Benedito Sá.
O Prefeito ainda se encontra em viagem e deverá retornar nessa quinta feira(03). Quando o Secretário irá se reunir com esse para deferir ou não o pagamento dos servidores com o recurso próprio já existente em conta. Conforme os educadores pesquisaram e constataram. 
A proposta do Secretário é de se pagar o restante do salário de novembro(50%), o salário de dezembro e 1/3 das férias no dia 10 de janeiro. O 13º, segundo o Secretário, deverá ser dividido em 3 parcelas com recebimento em Fevereiro, Março e Abril. Tal decisão está nas mãos do Prefeito agora. 
Nessa quinta feira(03) às 8h terá manifestação. Pois só acreditam nas propostas depois de concretizadas. Já foram bem enrolados e estão escaldados. Portanto convocam a todos para essa quinta feira(03) às 8h em frente ao Lelena de Oliveira: Servidores, familiares e simpatizantes/apoiadores.
Conforme dito pelos próprios. Frase célebre: "DINHEIRO TEM. FALTA GESTÃO". Assim como falta respeito com o funcionalismo, com o comércio e toda a cidade. Declara uma das participantes do movimento.











Notícias relacionadas. Clique nos links a seguir


Funcionários da Educação vão ter que se contentar com a metade do salário. Esconderam, se omitiram e no apagar das luzes de 2018 colocaram a metade na conta. A outra metade não informaram quando vão colocar na conta.


"Não falta dinheiro. Falta Gestão". Frase usada na Campanha Eleitoral pela atual administração municipal. E agora? Pode até faltar parte do dinheiro. Mas principalmente falta transparência, responsabilidade e gestão.

Funcionários da Educação vão ter que se contentar com a metade do salário. Esconderam, se omitiram e no apagar das luzes de 2018 colocaram a metade na conta. A outra metade não informaram quando vão colocar na conta.



Funcionários da Educação de Carangola prometem mobilização e cobrança do pagamento dos salários e 13º. Irão se reunir no Saguão da Prefeitura e prometem somente sair de lá com resposta positiva.


Nenhum comentário:

Postar um comentário