sábado, 5 de maio de 2018

Bando armado invade residência> vítima reage e um dos ladrões é baleado e morto. Ele,a vítima, foi solta na Delegacia por legítima defesa. Alegou o Delegado.

Cataguases: bando armado invade residência, vítima reage e um dos ladrões é baleado e morto
A arma usada pela vítima do assalto foi entregue à PM (Foto: Mídia Mineira)

Uma tentativa de assalto a uma residência na cidade de Cataguases - a cerca de 60 km de Muriaé - terminou com um assaltante baleado e morto. O fato se deu no início da madrugada desta sexta-feira (4). Quatro criminosos armados com revólveres e facões invadiram o imóvel onde estavam cinco pessoas, porém, uma delas reagiu e atirou contra os bandidos.
De acordo com o Boletim de Ocorrência da Polícia Militar (PM), além do autor dos disparos, de 61 anos, estavam na casa, sua esposa de 64 anos, a mãe dela de 90 anos, a filha do casal, de 31 anos, e seu companheiro de 32.
Já o homem morto foi identificado como um jovem de 19 anos, que segundo os militares, tinha passagens por envolvimento em diversas ocorrências, incluindo tráfico de drogas, lesão corporal e corrupção ativa. Ele foi encontrado morto a cerca de 40 metros da residência, com um ferimento à bala no peito, caído na rota de fuga dos ladrões que saíram correndo do imóvel após os tiros.
Conforme o registro da PM, ao menos três vítimas foram ouvidas no local do crime e apresentaram versões idênticas sobre os fatos. A arma utilizada pertence ao homem que efetuou os disparos e foi entregue por ele aos policiais, bem como a nota fiscal da mesma e um documento de porte de arma com data de validade vencida.
Os relatos das vítimas dão conta de que o homem de 32 anos foi rendido pelo bando na varanda da casa ao sair para pegar objetos em um veículo, e foi mantido do lado de fora por um dos ladrões enquanto os outros três entraram na residência e renderam as três mulheres que estava na sala.
O homem que reagiu disse que também estava na sala, mas ao ouvir o diálogo entre o genro e os criminosos na varanda deduziu se tratar de um assalto e foi até um quarto, pegou sua arma e ao retornar para a sala um dos assaltantes estava apontando um revólver para as vítimas e fazia ameaças contínuas.
Ele contou que diante da situação de alto risco para si e seus familiares efetuou um disparo contra o bandido, tendo o mesmo corrido para fora da casa juntamente com os demais autores.
O homem relatou que atirou novamente, atingindo a porta da sala, e seguiu até a varanda, de onde efetuou um último disparo na direção do quintal do imóvel, por onde o grupo fugiu.
Em seguida as vítimas acionaram a PM, e os militares relatam que após ouvir as declarações das mesmas, realizaram uma varredura nas imediações do imóvel e encontraram o jovem de 19 anos caído a cerca de 40 metros da casa, com uma perfuração no peito, bem como um facão que estava a aproximadamente 10 metros do corpo.
De acordo com o registro da PM, o óbito foi confirmado pelo Samu, e em seu trabalho técnico na cena do crime a perícia da Polícia Civil (PC) constatou uma marca de tiro na porta da sala da residência.
O autor dos disparos foi apresentado à PC juntamente com o revólver usado por ele, que foi entregue contendo dois cartuchos intactos e três deflagrados.
Os outros assaltantes não foram localizados e a Polícia Civil vai investigar o caso que foi registrado pela PM como homicídio consumado praticado em legítima defesa.
  


Fonte : Rádio Muriaé

Nenhum comentário:

Postar um comentário