segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Câncer de mama, tipo de câncer que mais causa morte nas mulheres brasileiras

O câncer de mama, depois do de pele não-melanoma, é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, tanto no mundo, quanto no Brasil. Também é a primeira causa de morte por câncer da população feminina brasileira, com 13,03 óbitos a cada 100 mil mulheres, segundo dados do Inca – (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva).
Ele corresponde a cerca de 28% dos casos novos da doença a cada ano. Sendo, relativamente raro em mulheres antes dos 35 anos, porém, sua incidência aumenta progressivamente, especialmente após os 50 anos de idade, conforme o Inca. Por isso é muito importante ficar bem informado(a) sobre o assunto para que possa se prevenir antes que o pior aconteça. Pensando nisso, resolvemos ir em busca de informações que poderão ser úteis para que você venha se prevenir contra a doença.
Sintomas do câncer de mama
De acordo com Dr. Luiz Carlos Navarro Oliveira, mastologista do Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella, a principal manifestação do câncer de mama é o aparecimento de um caroço (nódulo) fixo e quase sempre indolor (sem dor) na mama. Quando a mulher tem a doença, a pele da mama fica avermelhada, retraída ou parecida com a casca de laranja. O bico (mamilo) do peito apresenta alterações. Surgem pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço e também começam a sair líquidos anormais das mamas.
Segundo dados levantados junto aos setores da Fundação Cristiano Varella, em 2016, foram atendidos 464 pacientes no Hospital do Câncer de Muriaé com câncer de mama.
Caso a pessoa suspeite que tem um tumor de mama deve procurar de imediato o médico da unidade de saúde mais próxima de sua casa. “Para descobrir se está com câncer de mama, o auto exame das mamas, a mamografia e ultrassonografia das mamas são os exames mais importantes”, ressaltou Dr. Luiz Carlos ao ser questionado como é possível identificar a doença.
Prevenção
Já para a prevenção do câncer de mama, Dr. Luiz Carlos indicou que a mamografia é o exame mais indicado e que deve ser realizado anualmente após os 40 anos de idade.
Segundo Dr. Luiz Carlos, quando a mulher é diagnosticada com câncer de mama o tratamento que ela será submetida vai depender do tamanho do tumor encontrado. “A cirurgia pode ser conservadora – preservando a mama, ou radical – também chamada de mastectomia total. Normalmente é realizada uma complementação com quimioterapia e radioterapia”, explicou o mastologista.
E a parte boa de tudo isso é que “o câncer de mama tem cura, principalmente em tumores pequenos”, conforme ressaltou o especialista.
Mamografia, exame mais indicado para a prevenção
O Hospital do Câncer de Muriaé da Fundação Cristiano Varella possui dois aparelhos mamógrafos, que realizam a mamografia. O exame pode ser feito na instituição, particular ou pelo SUS-Sistema Único de Saúde.
Para marcação da mamografia particular a pessoa deve apresentar documentos pessoais e o pedido de seu médico. Encaminhando-se à Recepção de Diagnóstico por Imagem no Bloco I da instituição. Caso seja feito particular, o exame terá o custo de R$90,00 para a paciente. A mamografia é feita todos os dias, de segunda a sexta-feira, tanto pela manhã, quanto no período da tarde.
Para marcação da mamografia pelo SUS, a paciente deverá também se dirigir à Recepção de Diagnóstico por Imagem no Bloco I da Fundação Cristiano Varella, portando seus documentos pessoais e uma requisição de mamografia que a pessoa consegue na unidade de saúde mais próxima de sua casa (UBS ou Secretaria de Saúde). Pelo SUS o exame não terá custo para a paciente. Para mais informações e esclarecimentos de dúvidas sobre marcação de mamografia, o telefone da Recepção do Diagnóstico por Imagem da Fundação Cristiano Varella é (32)3729-7081.
A Fundação Cristiano Varella também disponibiliza para diversos municípios da região, em campanhas de prevenção, carreta com mamógrafo, que permite com que a prevenção seja levada para centenas de pessoas, inclusive para aquelas que ainda não tiveram a oportunidade de fazer a mamografia. A prevenção sempre é o melhor remédio.

Fonte: Assessoria de Imprensa FCV-HCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário