terça-feira, 11 de julho de 2017

Polícia continua a procura pelo quarto envolvido nas mortes em Santa Margarida. 3 deles foram presos


1 / 14
O cabo Marcos Marques da Silva de 36 anos e o vigilante Leonardo José Mendes foram assassinados por criminosos em Santa Margarida, na manhã desta segunda-feira (10/07). No início da tarde, ação conjunta das Polícias Militar e Civil prendeu três envolvidos: Wesley Rosa Firmino, 23 anos; Josimar Pereira Rodrigues, 30 anos; e Sirlande da Silva Ferreira, 27 anos. O quarto suspeito Daniel Rodrigues Aguiar, 34 anos, continua foragido e está sendo procurado.
A ação foi filmada por moradores das proximidades. Além de atirar contra a agência bancária, os bandidos começaram a fazer disparos no meio da rua. O grupo de criminosos assaltou a agência do Sicoob e tentou roubar na agência do Banco do Brasil.
O policial militar estava próximo a uma esquina e tentava se aproximar dos assaltantes, que atiram contra ele. Os disparos passam perto do policial e estilhaçam uma vidraça. O PM recuou.
Outro policial dirigia uma viatura de ré para sair da ação dos criminosos, mas o militar que estava a pé voltou para perto da esquina e foi surpreendido pelo grupo de assaltantes em uma caminhonete, que atirou e matou o Cabo Marcos Marques.
O vigilante foi baleado no interior da agência bancária. Ele chegou a ser socorrido e faleceu.
Outras duas pessoas foram atingidas por tiros. Uma mulher foi levada para o hospital de Carangola e um homem para o hospital em Manhuaçu. Eles não correm risco de perder a vida.
QUATRO BANDIDOS
De acordo com a PM, quatro ladrões fortemente armados com fuzis praticaram os crimes. Inicialmente foi divulgado um número de oito elementos, mas depois foi corrigido para quatro.
Nas imagens da picape estão dois reféns na carroceria com três bandidos. Os reféns foram liberados na saída da cidade.
A PM informou que os suspeitos fugiram em uma picape e foram rastreados até o Córrego Bom Jardim, onde o carro foi encontrado abandonado.
Segundo o Delegado Felipe Ornelas, de Matipó, a polícia civil mobilizou o departamento de operações especiais de Belo Horizonte com um helicóptero e os agentes da PC das delegacias das regionais de Manhuaçu e Muriaé.
A Polícia Militar mobilizou o efetivo de toda a região dos batalhões de Manhuaçu e Muriaé, o canil e duas aeronaves.  
Os três homens foram presos no início da tarde no alto de uma pedreira na divisa de Santa Margarida com a região de Divino. Além deles, a ação policial encontrou três armas calibre 12, uma submetralhadora, dois coletes a prova de balas e muita munição. O dinheiro roubado no Sicoob também foi recuperado.
Um dos coletes apreendidos é parte do material levado num roubo em que foram explodidos três bancos em Caparaó em janeiro deste ano. 
O Fiat Toro foi roubado em Betim (na terça-feira passada) e estava com placa clonada de um carro com as mesmas características de Contagem.
Fonte Parceiro Portal Caparaó. 
Carlos Henrique Cruz / Jailton Pereira - contato@portalcaparao.com.br(editado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário