quarta-feira, 21 de junho de 2017

Atleta de São João do Manhuaçu, que em certos períodos trabalhou na colheita de café, vai jogar na França.

Futebol: Boulogne (França) contrata Bruno Garcia, de São João do Manhuaçu

1 / 6
Depois das últimas temporadas no Palmeiras, em São Paulo, no sub 20, o jovem jogador Bruno Garcia Marcate assinou na semana passada para se juntar ao elenco do Boulogne Futebol Clube, na França, para as próximas duas temporadas.
Com 20 anos de idade, o jogador versátil é de São João do Manhuaçu e vai usar o número 11 na equipe francesa, jogando pela primeira vez como profissional.
O atacante Bruno Garcia, foi um dos destaques do Palmeiras na Copa São Paulo de Futebol Júnior até o final de maio deste ano. Companheiro de Gabriel Jesus nas categorias de base do Alviverde, o jogador de 20 anos é atacante de origem, mas passou a atuar na lateral esquerda desde a Copinha de 2016.
Bruno começou a carreira numa escolinha de futebol de São João de Manhuaçu (MG), cidade onde nasceu. Antes de chegar ao Palmeiras, passou pelo Friburguense-RJ.
DA COLHEITA DO CAFÉ À FRANÇA
“Eu comecei com 12 anos na escolinha do professor Maurício Ribeiro Proença, um cara que mudou minha vida. Ele me deu oportunidades e sempre acreditou em mim. Até os meus 16 anos não havia saído para jogar em time algum. Foi ele quem me levou ao Fluminense, mas não passei no teste. Voltei para casa, continuei a trabalhar como sempre fazia, na colheita de café, e treinando sempre. No mesmo ano, o Maurício me levou ao Friburguense. Passei no teste e fiquei um ano lá”, resume.                       
Depois de fazer uma avaliação de duas semanas, foi contratado pelo Palmeiras, onde permaneceu nos últimos três anos. “Estou conseguindo realizar meu sonho que sempre foi virar profissional. Daqui a um mês começa a pré-temporada. Estou ansioso para entrar em campo pelo Boulogne”, afirma.
Bruno Garcia conta que tem metas e sonhos grandes. “Vou trabalhar e correr atrás, por que nessa vida tudo é possível, não importa de onde você vem ou onde mora. Se você quer, você pode. Eu lutei e tenho muito a aprender ainda, só que tenho certeza de que não chegaria aqui se não fosse minha mãe, minha família, meus amigos e, principalmente, a Deus”, finaliza. 
Fonte Parceiro Portal Caparaó
Carlos Henrique Cruz - carlos@portalcaparao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário