.

.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Subida ao Cruzeiro nessa 6a Feira Santa às 5h da manhã. Uma tradição Carangolense.


Dentro das comemorações e celebrações da Semana Santa nessa 6a feira haverá a Procissão da Via Crucis, com a  subida ao Cruzeiro às 5h da manhã, saindo da Igreja Nossa Senhora Aparecida no Triângulo, uma tradição da 6a feira Santa de décadas em Carangola. 

Às vezes ficamos querendo criar alternativas de desenvolvimento e nos esquecemos das tradições culturais de nossa gente e de nossa Terra. Não adianta querer reinventarmos a roda. Temos apenas que enxergar as oportunidades e "botar a roda para girar".
Há muito venho defendendo a criação da VIA CRUCIS no morro do CRUZEIRO. Assunto esse levado até à família proprietária do imóvel. Os saudosos Dona Ana e Sr. Ismael. Que prontamente aprovaram o projeto e a ideia.  Cabe à atual administração municipal dar continuidade a esse importante projeto sem que antes outros copiem e queiram se intitular pai da ideia.  Pois a ideia foi criada pelo primeiro Carangolense que lá fez sua peregrinação. 
A criação da VIA CRUCIS não pode impedir uma outra tradição desse local. A subida dos motociclistas no morro do cruzeiro. Uma das mais emocionantes partes de qualquer trecho de trilha de toda a região. Não devemos deixar que interesses particulares acabem com essa grande tradição. 
Quando o Cruzeiro caiu em 16 de janeiro de 1997, foi de moto que eu lá subi, fiz a fotos e já saí de lá com a ideia de buscarmos parcerias para a sua reconstrução. Coloquei a notícia em todos os jornais e imediatamente um grupo de Carangolenses, liderados pelo saudoso Dr. Maurício Valladão - que por ter sido seu pai que fez o projeto do Cruzeiro, nos apoiou em nossa iniciativa. A obra não custou nada aos cofres públicos, foi patrocinada por inúmeros Carangolenses e a reforma foi toda feita pelo Sr. Otto em um trabalho artesanal.
Vale registrar que a confecção do Cruzeiro foi realizada pelo patriarca da Família Ladeira, Sr. Acrísio Ladeira.
Ele foi todo montado ao lado do Posto Marechal e no dia em que o Cruzeiro estava sendo levado par ao alto do morro. Conta a história que os fiéis não estavam aguentando o peso do Cruzeiro sobre suas costas e o Padre à época subiu sobre o Cruzeiro, o benzeu e benzeu a todos. Com isso o cruzeiro ficou mais leve e todos conseguiram carregá-lo morro acima e com o Padre ainda sobre o mesmo. Literalmente montado em cima do Cruzeiro. Muita fé e devoção. 
Essa tradição deve ser mantida e no local se construir as 14 estações da VIA CRUCIS. Uma importante obra que incrementa a indústria do turismo religioso local e regional.
Há também condições de se recuperar uma antiga estrada para que veículos possam ir lá. Facilitando o acesso a todos que queiram estar lá e muitas das vezes são impedidos por não poderem caminhar.
EOCOMBATENTE.COM registrou a peregrinação em 2012. Vejam os Cliques: Centenas de pessoas participaram da Via Crucis com a Subida do Morro do Cruzeiro nessa quarta feira em Carangola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário