.

.

domingo, 3 de julho de 2011

ITAMAR AUGUSTO CAUTIEIRO FRANCO. Sua Biografia.

Itamar Augusto Cautieiro Franco (28/06/1930-02/07/2011)

Ex-presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo, corpo será velado na Cãmara Municipal de Juiz de Fora (Palácio Barbosa Lima), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, e cremado na cidade de Contagem.
O ex-presidente estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde o dia 21 de maio, para tratamento de leucemia.
Itamar foi vice de Collor, e quando presidente, lançou o Plano Real, que venceu a inflação. Era defensor de causas nacionalistas, chegou a relançar o Fusca e teve presença marcante na política do Brasil.
Presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, primeiro suplente, deve assumir a vaga no Senado. A vereadora de Belo Horizonte, Elaine Matosinhos é a segunda suplente.

O corpo do ex-presidente sairá de São Paulo neste domingo, 03/07, por volta das 08h30, com chegada a Juiz de Fora prevista para 10h. Ele ficará na cidade mineira até a manhã de segunda-feira, 04/07. O velório será na Câmara Municipal de Juiz de Fora (Palácio Barbosa Lima) até a manhã de segunda-feira, 04/07, quando seguirá para o Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, onde será velado até o começo da tarde. Depois, o corpo será cremado em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte e as cinzas serão depositadas onde foi sepultada sua mãe, Itália Cautiero Franco, em Juiz de Fora, no Cemitério Muncipal Nossa Senhora Aparecida. Falecida em 1992, quando Itamar era presidente, Dona Itália Franco foi sepultada no túmulo de seus pais, os italianos Pasquale Cautiero e Raphaela de Lucca , onde também está sepultado seu irmão, Ernesto Cautiero Franco.

A presidente Dilma Rousseff (PT-RS), que ofereceu o Palácio do Planalto para o velório, anunciou que vai acompanhar o velório em Juiz de Fora. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), também anunciou que vai comparecer ao cerimonial.

Biografia
Itamar Franco nasceu a bordo do navio de cabotagem Ita (daí seu nome Itamar) que fazia a rota Salvador-Rio de Janeiro, tendo sido registrado na capital baiana no dia 28 de junho de 1930.
Filho do engenheiro Augusto César Stiebler Franco (1898/1930),  e de Itália América Liria Cautiero Franco (?-1994), Itamar não chegou a conhecer o pai, que nasceu em Juiz de Fora-MG e morreu em abril de 1930, vítima de malária. Augusto Franco havia sido contratado pelo governo baiano para trabalhar em obras de saneamento, construção de pontes e estradas no Recôncavo Baiano.

Com poucos meses de vida, Itamar mudou-se com a mãe, Itália Cautieiro Franco, para Juiz de Fora-MG. Na cidade mineira, Itamar se formou no ano de 1954 em engenharia civil e eletrotécnica pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), onde atuou no movimento estudantil.

Em 1968, casou-se com Ana Elisa Surerus, com quem ficou casado por 10 anos e deixa as Fabiana Surerus Franco, 39 anos, e Georgiana Surerus Franco Forrester, de 40 anos, casada em 1999 com o americano David Stephen Forrester), com quem tem dois filhos: Stephen Augusto e Gabriela. 

Itamar Franco era torcedor do Sport Club Juiz de Fora (clube pelo qual foi jogador de basquete), Fluminense-RJ, Atlético-MG e Palmeiras-SP. Em algumas ocasiões, deixou se fotografar com a camisa do Tupi nas mãos, talvez pelos cargos de relevãncia que ocupou e por ser o Tupi o único clube de futebol de Juiz de Fora em atividade. Mas jamais foi fotografado usando, vestido com a camisa do Tupi.

Carreira Política
Em 1958, filiado Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), se candidatou a vereador em Juiz de Fora, mas não foi eleito.
Em 1962, candidatou-se a vice-prefeito de Juiz de Fora e não foi eleito.
Em 1967, assumiu o primeiro cargo eletivo como prefeito de Juiz de Fora, pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) (1967-1971).
Em 1972, foi reeleito na prefeitura, tendo o médico Miracemense Saulo Pinto Moreira como vice (1972-1974).
Em 1974 renunciou ao mandato para concorrer ao Senado. 1975-1978Eleito senador, atuou como vice-líder do partido entre 1976 e 1977.
Em 1979 foi designado presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o acordo nuclear entre o Brasil e a Alemanha Ocidental.
Em 1982, foi reeleito para mais um mandato de senador, agora já pelo PMDB.
Em 1985 Itamar disputou o governo de Minas e perdeu a eleição para Newton Cardoso, candidato do então presidente da República, José Sarney.
Em 1989 foi eleito vice-presidente da República na chapa de Fernando Collor de Mello (1990-1992).
Em 1992, com a renúncia de Collor, assumiu a presidêcia da República (1992-1994).
Em 1995 foi nomeado por FHC embaixador em Portugal.
Em 1997 assumiu a embaixada brasileira na OEA (Organização dos Estados Americanos), em Washington.
Em 1998 foi eleito governador de Minas Gerais, tendo Newton Cardoso como vice, ao derrotar o tucado Eduardo Azeredo, que tentava a reeleição (1999-2003).
Em 2003 foi nomeado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao cargo de embaixador brasileiro em Roma.
Em 2007 foi nomeado por Aécio Neves, presidente do Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).
Em 2010, filiado ao PPS, foi eleito novamente senador por Minas Gerais.

Realizações
Como Prefeito:
- Canalizou o córrego da Independência, construindo sobre ele uma importante avenida.
Como Governador
- Construiu o Aeroporto Internacional da Zona da Mata, o segundo maior de Minas Gerais.
Presidente
- Implantou o "Plano Real" ao nomear o tucano Fernando Henrique Cardoso para o Ministério da Fazenda, que havia sido seu ministro das Relações Exteriores e acabara sendo seu sucessor na Presidência da República.
- Relançou o Fusca, carro do qual era admirador. A Volkswagen, movida por incentivos tributários dados pelo governo federal, voltou a produzir o automóvel no país. Na cerimônia de relançamento, Itamar desfilou em um modelo conversível, em 1993, na fábrica da Autolatina (associação entre a Volkswagen e a Ford, desfeita em 1995).

Itamar Franco foi o primeiro presidente da República desde Artur Bernardes (mineiro de Viçosa e ex-prefeito de Leopoldina) a eleger o seu sucessor e foi 33º o presidente da República.

Fonte: 
http://carlosferreirajf.blogspot.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário